Páginas

terça-feira, 26 de julho de 2011

New World Transparent Specimens



Um ex-pescador japonês que estudou ictiologia: Iori Tomita transforma a vida marinha com uma técnica de preservação científica e organismos de espécimes em falência em arte com a série que ele chama de "New World Transparent Specimens". O resultado é lindo e muito curioso!






O processo: Tomita primeiro remove as escamas e pele dos peixes que foram preservados em formaldeído, ele deixa o organismo mergulhado em uma mistura de tinta azul, álcool etílico, e ácido acético glacial antes de utilizar a enzima tripsina para quebrar proteínas e músculos, parando a reação tão logo eles começam a ficar transparentes antes de perder a forma. Os ossos são em seguida, corados por imersão numa combinação de hidróxido de potássio e tinta vermelha, antes do espécime ser preservado em glicerina.









As peças são vendidas em Tokyu Hands loja de departamendo do Japão.


Mais informações no site www.shinsekai-th.com |  Obrigado Wired , Designboom e TrendLand pelas informações


Nenhum comentário:

Postar um comentário